Áreas de Atuação

Direito do trabalho é o conjunto de normas jurídicas que regem as relações entre empregados e empregadores, são os direitos resultantes da condição jurídica dos trabalhadores. Estas normas, no Brasil, estão regidas pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), Constituição Federal de 1988 e várias leis esparsas (como a lei que define o trabalho do estagiário, dentre outras).
  • Assessoria trabalhista - preventiva e contenciosa - pessoas físicas e jurídicas;
  • Elaboração de reclamações, contestações, reconvenções e recursos;
  • Acompanhamento processual em todas as Instâncias;
  • Confecções e cálculos trabalhistas;
  • Impugnação e elaboração de laudos periciais;
  • Elaboração de quesitos e indicação de assistentes técnicos;
O direito civil é o principal ramo do direito privado. Trata-se do conjunto de normas jurídicas (regras e princípios) que regulam as relações jurídicas entre as pessoas, sejam estas naturais ou jurídicas, que comumente encontram-se em uma situação de equilíbrio de condições. O direito civil é o direito comum, o que rege as relações entre os particulares.
  • Responsabilidade Civil: Acidentes de trânsito, danos materiais e morais, responsabilidade civil dos médicos, dentistas, fabricantes, construtores, comerciantes, prestadores de serviço;
  • Direito do Consumidor: direitos oriundos de contratos de toda natureza, firmados entre o consumidor e o prestador de serviços;
Direito de família é o ramo do direito que contém normas jurídicas relacionadas com a estrutura, organização e proteção da família. Ramo que trata das relações familiares e das obrigações e direitos decorrentes dessas relações, ou seja, é o ramo do Direito que regula e estabelece as normas de convivência familiar.
  • Sociedade de fato - ações judiciais para reconhecimento ou dissolução da sociedade de fato;
  • Separação judicial consensual e litigiosa;
  • Ação de alimentos;
  • Investigação de paternidade;
  • Guarda provisória e definitiva dos filhos;
  • Regulamentação de visitas de filhos menores;
  • Conversão da separação judicial em divórcio;
  • Inventários;
  • Arrolamentos de bens, testamento, doações, adiantamento de partilha, pedidos de alvará, ofícios;